sábado, abril 14, 2012

DOCUMENTARY| "Stay Strong", Demi Lovato - MTV

A Demi Lovato é uma actriz, cantora e compositora norte-americana. Filha de pais divorciados, tem duas irmãs, uma mais velha e outra mais jovem. Muitas de nós provavelmente reconhece o seu nome e a sua cara pela participação que esta teve no tão bem sucedido filme da Disney, "Camp Rock", onde contracenou ao lado de outras estrelas em ascenção, como os irmãos Jonas. 

Vocês devem estar a perguntar qual a razão deste post. Pois bem, o que eu não sabia sobre a Demi é que ela passou por problemas realmente "graves". Quando soube, além de extremamente "chocada" (pois ela sempre demostrou uma aparência saudável e coerente), fiquei fascinada por ela partilhar a sua história de vida, tornando-se realmente um exemplo a seguir.



Esta actriz foi vítima de bullying, sofreu de distúrbios alimentares até ao final da adolescência e descobriu também que era bipolar, aquando do seu internamento num centro de reabilitação. Toda a sua história já é publica e está pessoalmente narrada no documentário feito pela MTV, com a designação "Stay Strong" (frase esta dita & enviada pelos fans quando esta estava em reabilitação). 

Eu assim que vi o documentário fiquei extremamente comovida e em certos aspectos compreendi-a. Decidi partilhar no blog e fazer um post realmente "extenso" sobre este "tema", para tentar "passar a mensagem". Há muitas raparigas (e rapazes) que já sofreram de bullying nas escolas e graças a isso desenvolveram traumas graves... há ainda outros que apesar de não terem sofrido de bullying nunca se sentiram "bons o suficiente" ou "magros o suficiente" ou "bonitos o suficiente" e por isso mutilaram-se ou deixaram de comer para emagrecer. São problemas pelos quais os adolescentes e até mesmo alguns adultos passam, é importante tentar parar esses "pensamentos". 

Graças a deus nunca sofri de bullying nem nunca conheci um caso "próximo", aliás na minha escola nem se ouvia falar desse termo. No entanto também já sofri com os ditos "comentários infantis" e sim, é algo que nos marca e fica na nossa cabeça, apesar de serem "comentários infantis".

A sociedade, os media, os amigos e até mesmo os familiares, impõe-nos um estereótipo de "beleza", de "estar" e "gostar".  O essencial de tudo e para que seja possível ultrapassar a questão dos estereótipos é aceitarmos quem somos, gostarmos de nós mesmos e termos orgulho em nós. Se podemos melhorar? sim, podemos. Mas nunca, nunca devemos deixar que ninguém nos afecte ao ponto de nos levar "à loucura", como aconteceu com a Demi e muitas outras (os) Demi's que não são do "conhecimento público". 

Espero que assim como eu, partilhem a mensagem. Nunca é demais demostrar que ninguém está só. Devemos unir-nos e mostrar o nosso amor e compaixão.


Fontes: DemiLovatoBr & Wikipédia 

Alguém já conhecia a história da Demi? 

3 comentários:

Zoe Concepción disse...

Great vlog dear!!!
Do you want to follow each other¿?¿?¿?¿?¿?¿?
xx

Petina disse...

Adorei o artigo , adoro a Demi lovato e infelizmente já sofri de bullying até mesmo em criança, aliás as crianças são cruéis. Eu venho e vou de autocarro todos os dias e os putos irritam me profundamente , estão sempre a gozar e ameaçar uns aos outros , é uma coisa terrível fico com uma raiva .
Infelizmente ninguém faz nada contra isso , deveriam ser punidos por crime quem pratica bullying , existem casos extremos que levam até mesmo a suicidos o que é de lamentar e é sem duvida algo que revolta e muito.

Patricia Lopes disse...

Eu já vi uma entrevista dela a falar sobre o que lhe aconteceu :s
Adoro essa música <3